PEDRA FILOSOFAL

"Em vez de pensar que cada dia que passa é menos um dia na sua vida, pense que foi mais um dia vivido." (Gustavo Bastos)

quinta-feira, 2 de junho de 2011

DILEMA MORTAL

Sim, um dia eu desejei a morte

como eu desejei a vida.

A ferida que me matava

era não saber da minha sina,

queria apenas o sonho derrotado

de um canhão e das pedras ametistas.



O dia da sabedoria dialogava

com o caos do unverso.

A harmonia do dia se encontrava

com o silêncio da noite.



Pensei em morrer

como um desejo da arder no inferno.

E hoje quero o paraíso

para um descanso eterno.



25/12/2009 Gustavo Bastos

Um comentário:

  1. Lindos os encontros e desencontros de uma mente aflita. Abraços

    ResponderExcluir